Cidades em Marte: MIT apresenta seu projeto - Mega Curiosidades

MIT vem com design inovador para futuras cidades em Marte

Conforme pensam algumas das mentes jovens mais brilhantes da Terra, este poderia ser nosso olhar sobre como cidades em Marte podem realmente surgir.

MIT apresentou uma “plataforma inovadora para o desenvolvimento de cidades em Marte“, patrocina competições anuais que desafiam os concorrentes a apresentarem a visão de como uma antiga aldeia povoada ou cidade em Marte está se aproximando.

Os vencedores do primeiro lugar na categoria de arquitetura do concurso deste ano foi uma equipe composta por nove estudantes do MIT com um design deslumbrante: Redwood Forest, um conceito futurista arborizado que impressionou todos os presentes.

cidades em marte

Florestas marcianas

Forest é essencialmente uma série de cúpulas protetoras que são conectadas por um sistema preciso de túneis. Além disso, até 10 mil pessoas podem ser alojadas dentro da estrutura combinada, embora 50 pessoas residissem com segurança e conforto nas estruturas de habitat menores.

As estruturas também forneceriam um “escudo de radiação cósmica, impactos de micrometeoritos e variações térmicas extremas”. É claro que os projetos inteligentes que funcionam foram igualmente pesados ​​e considerados ao longo do processo.

O co-líder da equipe e a estudante pós-doutorado do MIT Valentina Sumini explica ainda mais sobre o conceito:

“Em Marte, a cidade seria implementada no intuito de preservar uma floresta usando os recursos marcianos, água em estado líquido e sólido, e sol para sustentar a vida”. Fortalecendo a percepção ecológica, “Desenvolver uma floresta poderá estimular a expansão da mesma conforme raizes se espalham.”

cidades em marte

“As árvores do projeto Redwood Forest serão responsáveis por coletar energia solar e converter isso para distrubuir a água no ambiente. Por sua vez, a água poderá completar as células dentro da cúpula para fornecer uma proteção contra a radiação, isso irá auxiliar toda a carga de calor exercida e possibilitar o desenvolvimento de fazendas hidropônicas para cultivar alimentos essenciais para o ser humano.

Por outro lado, os painéis solares serão responsáveis pela distribuição da energia para a divisão de água conservada, portanto, teria o combustível necessário para abastecer o funcionamento de tudo o que precisar, incluindo o processo de backup para segurança devido a fortes tempestades de poeira em Marte”.

Proteção adequada

Como dados coletados de inúmeras missões espaciais ao longo dos anos revelaram que, Marte é um planeta rochoso com condições extremamente difíceis, em comparação com o planeta Terra. Embora os sistemas climáticos sejam relativamente iguais, ainda faltam duas questões importantes:

Primeiro é que ainda há pouco conhecimento em termos de mapeamento do ciclo dos sistemas (por exemplo, tempestades de poeira maciças que abrangem o planeta inteiro aparecem com uma irregularidade verdadeiramente imprevisível).

A segunda questão é que é necessário mais trabalho para entender a evolução do planeta (havia alguma semelhança passada com o nosso planeta?), A fim de fazer previsões claras sobre sua capacidade de sustentar a vida e oferecer refúgio aos futuros visitantes do nosso planeta.

A questão crítica, então, torna-se fundamentalmente proporcionando proteção adequada contra os elementos ásperos, uma ideia que a equipe do MIT considerou completamente. À luz das ideias apresentadas por Elon Musk e outras em várias esferas de influência para o objetivo agressivo em colocar as pessoas no planeta Marte nos próximos cinco anos, esta equipe está realmente focada.

Via: MIT News