Machu Picchu: conheça 10 coisa antes de visitá-lo - Mega Curiosidades

10 coisas que você provavelmente não sabe sobre Machu Picchu

O palácio residencial do rei Inca Pachacuti atrai turistas de todo o mundo devido a sua adorável localização na borda do mundo, Machu Picchu.

Como uma das Novas Maravilhas do Mundo, Machu Picchu é um pico inusitado e histórico bem conhecido no Peru. Por isso que é um local que está firmemente no topo de muitas listas de desejos. Então você logo pensaria que uma atração tão significativa teria poucas coisas para esconder. Mas não, porque ainda tem algumas surpresas fascinantes que você talvez não conheça.

Embora pareça ter existido por muito tempo, foi “descoberto” há pouco mais de cem anos por um americano chamado Hiram Bingham em 1911. É dito que o arqueólogo foi levado até lá por um rapaz local durante sua busca por um lugar misterioso. Mas antes de sua notável descoberta do local antigo, Bingham foi professor de direito na prestigiosa universidade de Yale, EUA.

Uma descoberta por acidente

Machu Picchu

Assim sendo, pode-se dizer que a descoberta casual de Bingham sobre Machu Picchu foi exatamente isso, um acidente. Ele não estava procurando por este lugar desconhecido; em vez disso, ele estava procurando por Vilacabamba, também conhecida como a Cidade Perdida dos Incas, um lugar onde os governantes incas lutavam contra os colonos espanhóis.

Mais tarde foi declarado que a Cidade Perdida dos Incas estava escondida ao oeste de Machu Picchu. Assim sendo um lugar conhecido como Espiritu Pampa, embora isso tenha levado uma discussão acalorada de 50 anos para ser comprovada. Bingham estava convencido de que Machu Picchu era de fato a Cidade Perdida dos Incas. Mas isso até que outro explorador, Gene Savoy, finalmente conseguiu mostrar o contrário à Bingham.

Origem desconhecida

Viagem para Machu Picchu

Desde então, arqueólogos têm trabalhado duro para descobrir como e quando Machu Picchu foi construído. Mas acredita-se que foi construído em 1532 e projetado para ser um retiro tranquilo para uma família real, quando eles queriam sair da cidade principal, Cusco. Enquanto alguns arqueólogos argumentam que foi construído no início de 1400, todos concordem que foi construído há centenas de anos.

Arquitetura Inca

Arquiteturas pré-históricas

A arquitetura Inca foi uma das melhores arquiteturas pré-históricas do mundo. Além de Machu Picchu, outros exemplos podem ser vistos em Cuzco e Ollantaytambo. O estilo de construção é caracterizado por alvenaria requintadamente cortada, colocada em conjunto sem argamassa. A matéria-prima era o granito, trabalhado por pedra e areia em formas irregulares que se encaixavam como um quebra-cabeça gigantesco. Enquanto algumas pedras têm até trinta facetas trabalhadas na superfície, as mesmas estão encaixadas tão fortemente que nem uma agulha passa entre elas.

Base rochosa e granito cortado

Granito de rocha

Os blocos de quarto são selecionados em grupos discretos, separados por ruas estreitas. Em muitos casos, a arquitetura de pedra finamente cortada chega a etapas e outros elementos arquitetônicos cortados na rocha nativa. E a maioria dos prédios possui paredes de largura única com telhados abruptos de palha. Assim sendo, o maior e o mais importante tinha até três paredes para proteger os habitantes.

Corredor interior e quartos

quartos

Existem quase 200 quartos no paraíso, incluindo residências, templos, edifícios de armazenamento, altares e observatórios. Além disso, também havia vários santuários para a prática do culto dos ancestrais do Inca. De modo que acontecia um culto religioso no qual as múmias centenárias dos antepassados eram mantidas e preservadas. Enquanto as paredes não eram necessariamente de forma retangular e nem planejadas, mesmo assim todas se encaixavam firmemente.