A tarefa de explodir a superfície da lua para colher água

Um artigo publicado recentemente afirma que os mineiros do espaço querem explodir a superfície da lua para colher água

Imagem ilustrativa

Já usamos foguetes para chegar à lua, mas em breve poderemos usá-los para extrair água.

Três empresas, incluindo Lunar Outpost, Honeybee Robotics e Masten Space Systems, estão desenvolvendo um novo sistema destinado a minerar gelo de água da lua com foguetes. Essa afirmação surgiu de acordo com uma postagem de blog compartilhada no site oficial da Masten.

E isso pode acontecer no ano de 2023.

Sistema de mineração de gelo

Acredita-se que as regiões polares da lua contenham os depósitos mais abundantes de gelo de água, especialmente no fundo sombrio de crateras maiores. Dessa forma, numa possível coleta deste precioso material, poderemos ter a chance de construir um assentamento humano permanente na Lua. Assim dizem autoridades da NASA e entusiastas de viagens espaciais.

Mais do que manter os astronautas vivos, a mineração de gelo de água da superfície lunar nos permitirá quebrá-lo em hidrogênio e oxigênio, que são os ingredientes principais do combustível de foguete. Em outras palavras, o gelo de água na lua também poderia alimentar espaçonaves em seu caminho para o espaço profundo como um pit stop cósmico.

Para impulsionar a tecnologia de mineração, a NASA lançou o “Break the Ice Lunar Challenge”. O projeto financia a coleta de recursos mais atraentes em meio à primeira fase, que terminará em breve, cujos vencedores serão anunciados em 13 de agosto. Um dos candidatos ao primeiro prêmio é o grupo Masten-Lunar Outpost-Honeybee Robotics. Eles impulsionaram seu Rocket Mining System para usar um motor de foguete equipado em um rover de 1.800 lb (818 kg).

Assim que o rover se mover para uma área rica em gelo de água, o motor será ativado. Por consequência, disparando cascalho lunar e sujeira em um dispositivo de baixa pressão capaz de peneirar o gelo das rochas lunares. “Este sistema surgiu para minerar até 12 crateras por dia e produzir 100 kg (220 libras) de gelo por cratera”, segundo o artigo do blog.

Várias nações pretendem estabelecer-se na lua

Todo o gelo de água recuperado da lua também pode alimentar motores de foguetes, permitindo que o sistema funcione por mais de cinco anos. Se esse conceito ultrapassar todos os concorrentes, o sistema de mineração de foguetes provavelmente chegará lá por meio de uma sonda lunar Masten.

A primeira missão de Masten à superfície lunar empregará seu módulo de pouso XL-1. E está programado para ser lançado em 2023 no topo do foguete Falcon 9 da SpaceX. Portanto, se obter sucesso, este lançamento também levará experimentos da NASA, além de várias cargas comerciais, para a região do pólo sul da lua.

O Posto Avançado Lunar projetaria e construiria o rover para o Sistema de Mineração de Foguetes, com a Honeybee Robotics empregando sua tecnologia PlanetVac para extrair e mover o gelo lunar. Em suma, são tempos muito interessantes para a exploração do espaço.

Além da NASA e de projetos comerciais relacionados, a China e a Rússia planejam construir em conjunto um assentamento permanente na Lua. Mas não chamaríamos isso de corrida espacial, não necessariamente. Porque há mais a ser aprendido com um espírito de colaboração amigável e apoio mútuo do que nunca, nas próximas décadas.