Camelos selvagens na Austrália

Saiba como introduziu-se a maior população de camelos selvagens na Austrália e como se desenvolveu desde então!

A Austrália tem muitas conotações ligadas ao seu nome: sol, praia, surf e muitos animais como cangurus e coalas. Mas um animal que normalmente não está associado à grande terra do sul é o camelo. Eles existem em grandes rebanhos no interior da Austrália.

Camelos da Austrália: como chegaram?

No entanto, como eles chegaram lá? Quando os colonos chegaram no país, eles introduziram várias espécies. Assim como cavalos selvagens, porcos, cabras, cães, gatos, coelhos e raposas. Então, os sugadores d’água também são uma espécie vinda de fora. Na verdade, a população dos camelos selvagens na Austrália é a maior do mundo. Atualmente existem cerca de 750.000 deles vagueando selvagemente no interior da Austrália.

camelos selvagens na Austrália

Estranhamente, o primeiro camelo a chegar à Austrália veio das Ilhas Canárias na década de 1840. Alguns anos depois, em 1860, os lendários exploradores australianos Burke e Wills elaboraram uma expedição através do país. Assim eles importaram outros 24 desses bichos desérticos para ajudar no trabalho pesado. E o aumento na população se desenvolveu a partir daí.

Quando iniciou-se a famosa ferrovia australiana The Ghan, os homens usaram esses animais para passeios no Afeganistão, Paquistão e partes do Império Turco. Desde então, eles viajaram por todo o país, misturando-se com as tribos indígenas e negociando conhecimento e bens. Enquanto os aborígenes incorporavam os pelos de camelo nos seus tradicionais artefatos de cordas, eles também forneciam informações sobre as águas do deserto e os recursos das plantas.

Além disso, alguns cameleiros empregavam os aborígenes para ajudá-los nas suas viagens através do país, e às vezes resultando em casamentos. Hoje, o icônico Ghan que atravessa o interior australiano é nomeado em homenagem aos condutores de camelos afegãos.

The Ghan

Substituídos pela tecnologia

Eles eram desesperadamente necessários nos primeiros dias do “Outback”, por suas habilidades de resistência, conhecimento e trabalho. Por outro lado, a tecnologia se desenvolveu e o motor de combustão interna apareceu. Como resultado, milhares de camelos retornaram para a natureza.

Por seu tamanho grande, eles não têm predadores naturais. Então vagam por áreas escassamente povoadas, bem como o deserto, fazendo a população subiur vertiginosamente. Além disso, esses animais são os únicos adeptos da sobrevivência no sertão. Mas quando consomem galões de água de uma só vez, causam prejuízos de milhares de dólares em fazendas e poços reservadas para o gado, por exemplo.

Passeios de camelo

Numa viagem pela Austrália central, as chances de ver camelos são grandes. Eles estão realmente em toda parte, os maiores rebanhos selvagens vivem nas regiões desérticas próximas às fronteiras da Austrália Ocidental, do Território do Norte e do Sul da Austrália. Mas tome cuidado, porque eles costumam ficar na estrada. E bater num deles não seria legal!

Os camelos estão lentamente se tornando uma praga na Austrália

praga na Austrália

Existem mais de 50 fazendas de camelos australianos, pois a intenção é atrair turistas nacionais e internacionais. Portanto, é possível fazer um passeio montado num deles durante dez minutos ou através do safari por três semanas. A maioria das fazendas fica na Austrália Ocidental ou no Território do Norte, embora existam algumas em Queensland e na Austrália do Sul. E os ranchos estão espalhados pelo país. Sobretudo, os camelos são bem tratados nas suas fazendas, então não se sinta mal por montar em um deles. Afinal, eles aguentam cargas muito mais pesadas, não importa o quanto você se entregou às suas férias!

Matança de Camelos na Austrália

morte de Camelos da Austrália

Autoridades Australianas divulgaram recentemente uma operação para sacrificar cerca de 10 mil camelos. Eles afirmam que os camelos estão “ameaçando” moradores e outros animais da região. Por conta da seca, esses camelos selvagens estão invadindo territórios aborígenes em busca de água. Ou seja, competindo essas fontes com outros animais e seres humanos.

Isso tem uma relação forte com o que aconteceu na Austrália. Bem como queimadas que causou grandes estragos em florestas e moradias. Por isso, por conta do clima escaldante, muitos desses camelos seguem se locomovendo naturalmente para sobreviver.

No entanto, o Ministério do Meio Ambiente estadual defende a matança desses animais. Afirmando então que serão abatidos, queimados e levados para longe das aldeias. Essa operação tomará forma através de helicópteros. Em outras palavras, sobrevoando essas áreas, os homens aplicarão tiros de cima até finalmente acertar o número estimulado. É trágico para eles, inocentes que seguem apenas seu instinto selvagem!

Publicado em: Animais