Barcos totalmente elétricos serão lançados em 2023

A série E1 utilizará um design de hidrofólio, o que significa que os barcos serão elevados sobre a água, parecendo uma nave espacial pairando.

Imagem ilustrativa

Vimos corridas de carros elétricos e estamos prestes a ver barcos voadores elétricos entrarem nos circuitos. O próximo na lista é o primeiro campeonato de hidrofólio elétrico, a série E1. O projeto finalmente revelou seu design de barco “Racebird” esta semana em um comunicado à imprensa.

A série E1 já está totalmente aprovada pela autoridade internacional de corridas de lanchas, a UIM. Dessa forma, será essencialmente uma versão eletrificada da série de corridas de lanchas F1H20.

A série de corridas E1 utilizará um design de hidrofólio para seus barcos, o que significa que eles serão elevados cerca de 16 pol. (40 cm) sobre a superfície da água. Como resultado, não vai mais precisar arrastar o barco para a água. De outro modo, a inovação consiste então em uma nave espacial pairando da terra até a água.

O barco do futuro

As lanchas Racebird, projeto de Seabird Technologies e Victory Marine, apresentam carrocerias de carbono de aparência futurística com cabines fechadas. Além disso, eles também têm asas que se dobram por baixo para formar os hidrofólios dianteiros. No entanto, uma cauda de asa estendida é anexada ao motor externo para a lâmina traseira.

O Racebird tem 7 metros de comprimento e 3 metros de largura, incluindo as asas metálicas. Ele pesará aproximadamente 800 kg e alcançará velocidades de até 93 km/ h, 58 mph). E um lançamento do protótipo da lancha está programado para este ano (2021).

Barcos elétricos

A inovação da corrida de barcos

Embora os organizadores da série de corrida E1 prometam corridas de alta octanagem com “circuitos apertados e técnicos localizados perto da costa no coração das áreas urbanas”, a velocidade máxima do Racebird é muito menor do que a do F1H20 com motor ICE, que atinge velocidades de até 155 mph (250 km / h).

No entanto, os campeonatos de corrida são tradicionalmente grandes plataformas para inovação. Em uma declaração recente, o fundador da recém-proposta série de carros voadores Airspeeder disse que seu objetivo é “desempenhar o mesmo papel que os pioneiros da Fórmula 1 fizeram há quase um século”.

corrida de barcos

Há um exemplo pela série E1 em que seus organizadores falam a respeito. Neste contexto, ela deixará estações de recarga de embarcações elétricas em todos os locais de corrida para uso público.

As estatísticas atuais do Racebird são, pelo menos, um começo. E se o crescimento ano após ano de audiência da Fórmula E de 25 por cento é alguma indicação, há definitivamente um público lá fora para corridas totalmente elétricas.

A temporada inaugural da série E1 está programada para ocorrer no início de 2023. Assim, a Arábia Saudita é um dos locais para sediar futuras corridas. Além disso, Seabird também diz que planeja lançar uma versão comercial do Racebird em um futuro próximo. Dê uma olhada na apresentação de lançamento do Racebird no vídeo abaixo.