10 curiosidades sobre a evolução humana

As alterações sofridas ao longo do tempo faz com que nós seres humanos se adapte às condições. Conheça 10 curiosidades sobre a evolução humana.

Imagem ilustrativa

Tudo sobre a vida no planeta e como uma parte minúscula deste grande universo é muito intrigante. A parte comparativamente mamute da ciência dedicou anos e bilhões de dólares para compreender todos os aspectos da vida. Quando se trata de apenas seres humanos, pesquisadores e cientistas continuam descobrindo coisas novas todos os dias. Há uma recompensa infinita de informações ao criar o ser humano moderno. Portanto, aprenda 10 fatos interessantes sobre a evolução humana.

1. Houve uma torção!

evolução humana uma torção!

Os cientistas estudaram a evolução humana a nível molecular para ver como poderia ter sido diferente. A proteína humana que existia centenas de milhões de anos atrás acabaria se tornando o receptor celular para o hormônio do estresse cortisol. Esta evolução da proteína antiga em um receptor de cortisol foi extremamente importante para nossa evolução. E saiu de uma mutação surpreendentemente aleatória e extremamente improvável!

2. Jogos de Elasticidade.

Jogos de Elasticidade

Nós humanos temos um músculo muito forte capaz de exercer como um estilingue, o ombro pode armazenar uma força bruta e liberar energia durante qualquer tipo de arremesso. O tronco, ombro e braço humano evoluiu especificamente para nos ajudar a armazenar essa energia. Consequentemente, essas habilidades de jogo permitiu que nossos antepassados tivessem a capacidade de caçar para se alimentar.

3. DUF1220 é o nosso ingrediente secreto.

DUF1220 é o nosso ingrediente secreto

O cérebro se acredita ter crescido tão rapidamente em tamanho e complexidade por causa de um domínio de proteína chamada duf1220. Os seres humanos têm mais de 270 cópias de duf1220 em seu genoma enquanto que os chimpanzés têm 125, gorilas têm 99 e ratos têm apenas um. Assim, o número de cópias de DUF1220 mostra o quão perto um animal pode ser dos seres humanos.

4. Nossos dentes diminuíram de tamanho.

Nossos dentes diminuíram de tamanho

Muitas vezes há casos de evolução de espécie que o tamanho do cérebro aumenta, e consequentemente seus também aumentam. No entanto, uma mudança dada como nome “paradoxo da evolução” mostra que isso não acontece com seres humanos.

5. Avós nos ajudam a viver por mais tempo.

Avós nos ajudam a viver por mais tempo

Quem é que não ama ter contato com avós? Certamente é gratificante e para quem não sabe, é uma vantagem.

Na Universidade de Utah sempre discutem este assunto que logo chamam de “ hipótese da avó”, na qual existe a teoria que aponta as maiores expectativas de vida para os humanos do que os primatas, pelo fato de que as vovós humanas nunca deixam de cuidar e alimentar seus netos. Já os primatas tem o hábito de buscar por comida para eles e depois pensam nos demais.

Neste caso as mamães tem o total apoio das vovós para alimentar seus filhos, podendo assim terem mais filhos. Portanto, a proteção dada pelos avós ao decorrer dos anos fez o cérebro evoluir de forma rápida, melhorando todas as relações humanas e até mesmo atividades em grupo.

6. Evolução humana nas mãos.

Evolução das mãos

Os pesquisadores acreditam que os machos humanos desenvolveram estruturas faciais maiores para minimizar a lesão de socos durante as lutas contra as mulheres por comida e território. Ou seja, os ossos que se tornaram mais fortes são os mesmos que são mais susceptíveis a ser fraturado numa luta corpo a corpo.

7. Nossos punhos evoluíram para dar socos.

Nossos punhos evoluíram para dar socos

Do mesmo modo que nossos rostos se adaptaram para resistir à um soco, nossos punhos também se adequaram para isso. Nas mesma Universidade de Utah os pesquisadores confirmaram a evolução de nossas mãos de forma paradoxal. Em comparação com os primatas, as características são as mesmas, permitindo ameaçar com os punhos de forma mais flexível, além de permitir mais firmeza na hora de usar alguma ferramenta braçal.

Também é possível que nossas mãos tenham desenvolvido a partir dos mesmos genes que nos deram os dedos mais curtos. E um longo dedo grande do pé quando começamos a caminhar e correr na posição vertical.

8. Tivemos Herpes antes mesmos de se tornarmos humanos.

Herpes

Além de atributos físicos, determinadas doenças, tais como a herpes, também foram transmitido de chimpanzés para os humanos modernos.

9. Arrepios.

Arrepios

Arrepios são um fenômeno fisiológico que herdamos de nossos ancestrais animais, o que foi útil para eles, mas não são uma grande vantagem para nós. Estas colisões são causadas por uma contração dos músculos em miniatura, que estão ligados a cada cabelo. Dessa forma, cada músculo se contrai criando uma depressão rasa na superfície da pele, o que faz com que a área circundante se projete.

10. Metabolismo lento = vida mais longa.

Metabolismo lento vida humana mais longa

O nosso metabolismo lento nos permite crescer mais lentamente do que outras espécies. Os seres humanos e outros primatas queimam 50 por cento menos calorias do que outros mamíferos. Isso significa que um ser humano teria que correr uma maratona para sequer chegar perto de queimar o mesmo número de calorias que um mamífero não primata do mesmo tamanho faria em meio período do dia.

[Fonte]

As curiosidades sobre a evolução humana ainda estão sendo buscadas, não deixe de compartilhar nosso artigo!