10 fatos interessantes sobre Jean Piaget

Conheça um pouco mais sobre a vida do filósofo e psicólogo suíço Jean Piaget em algumas curiosidades.

Jean Piaget, filósofo e psicólogo suíço, ouviu e observou as crianças para entender melhor a evolução do conhecimento, sendo o foco de sua vida profissional. Também passou grande parte do seu tempo lendo e estudando o trabalho de outros pesquisadores sobre esse assunto. Como resultado, ele concluiu que as crianças têm uma maneira completamente diferente de pensar do que os adultos.

Lógica Infantil

A descoberta de Piaget de que crianças e adultos tinham processos de pensamento muito diferentes era de fato significativa. Então, o fato das crianças usarem seu próprio tipo de lógica para dar sentido a seu mundo era uma teoria simples. Mas ótima, no sentido de que, como disse Einstein, “apenas um gênio poderia ter pensado nisso”.

O trabalho da vida de Jean Piaget

Ele dedicou sua vida à pesquisa em seu campo, onde fez sua primeira publicação aos 10 anos de idade e continuou trabalhando até sua morte aos 84 anos. Além disso, produziu uma ampla gama de trabalhos e suas contribuições levaram ao desenvolvimento de campos inteiramente novos da ciência.

Criando teorias científicas

Durante sua longa carreira científica, ele foi responsável pela criação das teorias científicas da psicologia do desenvolvimento. Por consequência, a teoria cognitiva foi caracterizada o que hoje é chamado de epistemologia genética.

Uma inspiração para educadores

Seu trabalho com crianças e foco no desenvolvimento infantil levou a muitos dos movimentos de reforma da educação inicial. Ainda hoje, Piaget é uma inspiração para os educadores porque descobriu que as crianças estão constantemente criando e se adaptando. Portanto, não é só simplesmente esperar para serem alimentadas por um livro de texto.

Evolução da Mente

Desde a época que tinha 10 anos ele estava interessado em como a mente evoluiu. Por esta razão, ele foi levado a estudar com alguns dos maiores pioneiros da psicologia, incluindo Jung, Theodore Simo e Binet. Então ele percebeu que a chave para entender como a mente funcionava era compreender a mente desde a infância.

Observação Silenciosa

Ele passou a maior parte do tempo observando silenciosamente as crianças em seu elemento natural. Então fazia perguntas simples e registrava em detalhes não só como eles respondiam verbalmente, mas também fisicamente.

Respostas das crianças

Piaget observou que as crianças responderiam às perguntas que foram feitas a partir de sua própria compreensão do mundo ao seu redor. Por isso, ele achava quase abusivo que os adultos fossem tão rápidos em classificar a resposta de uma criança como certa ou errada quando, na realidade, a criança simplesmente não dava a resposta que o adulto preferia, o que não necessariamente fazia mal. Portanto, ele acreditava que, se constantemente reparássemos a criatividade das crianças como sendo incorretas, elas perderiam o interesse, consequentemente não seriam mais inventivas e curiosas.

Leis e Lógica das Crianças

As suas observações levam à explicação das leis primitivas da física de uma criança. Entre essas leis, as crianças acreditam ou observam isso: as coisas desaparecem quando estão fora de vista; a lua e o sol te seguem e grandes coisas flutuam e pequenas coisas afundam. Einstein estava especialmente interessado na observação dele na forma em que as crianças raciocinavam. Por consequência, ele foi ridicularizado por compartilhar essa crença porque muitas pessoas na época acreditavam que tal raciocínio era contrário à lógica.

Quatro Estágios do Desenvolvimento Infantil

Os quatro estágios de desenvolvimento infantil de Piaget são: sensório-motor, pré-operacional, operacional concreto e operacional formal.

O estudo do conhecimento

Epistemologia, não psicologia infantil, era o verdadeiro interesse dele. A epistemologia, ou o estudo do conhecimento, foi simplesmente melhor observada em crianças. Porque sua taxa de aquisição de conhecimento é muito mais rápida do que a de um adulto.

Publicado em: Ciência, Mega Listas